terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Meu filho mistura português e espanhol e ele foi reprovado em português; o que eu faço?

Esta queixa chegou-me por uma mãe que é peruana e que mora no Brasil há muito tempo.  Seu filho nasceu aqui, o pai é brasileiro, porém ela conversa com o menino em espanhol e o pai em português; assim, a criança aprenderia as duas línguas simultaneamente. Parece perfeito...

Porém, a criança está trocando português e espanhol quando escreve. Lembrem-se: nós escrevemos como falamos. E pior: como ele está matriculado em um colégio extremamente tradicional a professora não entendeu isto e não trabalhou com ele de maneira diferenciada. O menino foi reprovado em língua portuguesa. O que eu faço me perguntava a mãe?

Primeiro é necessário que haja um acompanhamento diferenciado para esta criança no meio escolar quanto à alfabetização na língua portuguesa. Reprovar esta criança não é o caminho mais correto uma vez que em sua casa existem os dois vocabulários por parte das famílias; de um lado eles falam português e de outro, espanhol. Algumas palavras são muito parecidas outras nem tanto nos dois idiomas. Corrigir a criança de forma construtiva é a melhor saída, mas como fazer isto?

 Simples. Quando ele estiver escrevendo em português e misturar as palavras, peça para ele ler o que escreveu e corrigir em português quando estiver escrevendo nesta língua e o mesmo procedimento vale para o espanhol. Ele terá que ir assimilando as diferenças de uma língua e de outra naturalmente. Sem dizer que está errado,  falar “em português se escreve assim e em espanhol é de outro jeito”. Desta forma a criança vai aprendendo as duas línguas de maneira correta, sem medos ou cobranças de que está errado. Viu como é fácil? Basta só querer.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Qual a idade da criança? É interessante entender que a conexão entre as línguas acontece naturalmente. É mais fácil para uma criança fazer esse tipo de assimilação do que para um adulto. A escola precisa entender esse processo e aplicar métodos que atendam a essa perspectiva. O papel da escola nesse momento é fundamental.

    ResponderExcluir
  3. A criança tinha sete anos quando aocnteceu este episódio. Obrigada pelo comentário

    ResponderExcluir